AS MAIS POPULARES

domingo, 31 de maio de 2015

SANTÍSSIMA TRINDADE:

“ELA é o nosso tudo!” 

Hoje [31/05/2015] é o dia da Santíssima Trindade! 

Como se deve adorá-LA devidamente:


A Santíssima Trindade é nosso tudo. Devemos adorá-LA sobre todas as coisas, ficar em maior união possível com Ela e jamais ofender a Sua Divina Majestade.


Posto que todas as homenagens tributadas aos Santos redundem em honra da Santíssima Trindade,

…cuja imagem se honra na pessoa deles, exigem contudo a justiça e a gratidão que, tanto para a glória do Altíssimo como para nosso próprio proveito, veneremos tão augusto mistério com obséquios especiais.
É-nos isto um dever absolutamente indispensável; porquanto a Santíssima Trindade é o princípio donde procedemos, e o fim para o qual havemos de voltar.
A primeira graça que nos foi concedida no batismo, veio-nos em nome da Santíssima Trindade, e a glória essencial que se goza no paraíso, é ainda a Santíssima Trindade.
É este o nome que faz tremer o inferno, põe em fuga os demônios, faz cessar as tentações, alegra os céus, beatifica os Santos, consola os justos, derrama a abundancia das graças.
Numa palavra, a Santíssima Trindade é o nosso tudo. Todos os bens, que já temos recebido e esperamos para o futuro, quer na ordem da natureza, quer na ordem da graça e da glória, todos nos vieram da Santíssima Trindade.
Eis porque os ofícios divinos da Igreja abundam em louvores, invocações e súplicas dirigidas expressamente às Três Pessoas Divinas.
Não satisfeita ainda com isto, e apesar de ter consagrado à augustíssima Trindade todos os domingos do ano, dedica-lhe o dia de hoje de um modo especial.
Quer nossa boa Mãe que todos os fieis sejam devotos fervorosos de tão grande mistério; ou, antes, quer que este seja a sua devoção particular. Todavia é talvez a devoção mais descuidada.
Para encontrar a Santíssima Trindade
Para acharmos e visitarmos a Santíssima Trindade, não é mister que subamos ao céu ou entremos numa Igreja; basta que lancemos um olhar de fé sobre nossa própria alma, na qual está impressa a bela e amada imagem de Deus, que ali habita como em seu templo.
– Recolhe-te, portanto, dentro de ti mesmo, e ali, todo silencioso, adora, louva, ama e bendiz à Santíssima Trindade.
Em particular, diz frequente e devotamente o Glória, na palavra de São Francisco de Assis, se acha resumida toda a ciência e virtude das Sagradas Escrituras.
Se porventura manchaste por alguma culpa a tua alma, feita à semelhança de Deus, procura purificá-la o quanto antes no sacramento da Penitência pelas lágrimas da contrição, e esforça-te por adorná-la com todas as virtudes cristãs.
– Habitua-te também a ver nas almas do próximo outras tantas imagens vivas da Santíssima Trindade, e por este motivo ama-as, compadece-te delas, e ajuda-as conforme puderes, ao menos rezando por elas.
Afim de que estes seus obséquios sejam mais agradáveis à Santíssima Trindade, une-os àqueles que lhe tributam todos os anjos e santos do paraíso, Maria Santíssima, e especialmente o divino Redentor.
Imagina que Jesus Cristo te diz o que um dia disse a Santa Gertrudes: “Minha filha, eis aí o meu Coração, que faz as delícias da Santíssima Trindade. Eu te o dou a fim de que por ele possas suprir o que te falta”.
Ó Santíssima Trindade, objeto, agora de minha fé, e um dia da minha eterna beatitude, creio em Vós, adoro-Vos, amo-Vos; e em união com toda a corte celeste quero sempre dizer:
“Santo, Santo, Santo é o Senhor, Deus dos exércitos. A terra está cheia da vossa glória. Glória ao Pai, glória ao Filho, glória ao Espírito Santo”; assim como foi no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.
– “Ó Deus, que concedestes aos vossos servos conhecer na confissão da verdadeira fé a glória da eterna Trindade, e adorar sua Unidade no poder da Majestade; nós Vos rogamos que com a firmeza da mesma fé possamos vencer todas as adversidades”. Fazei-o pelo amor de Jesus e Maria.
*   *   *
Fonte: retirado do livro “Meditações para todos os dias e festas do ano” de Santo Afonso de Ligório.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

ORAÇÕES DOS LEIGOS PARA O CERCO DE JERICÓ


A fórmula simplificada da oração do Cerco de Jericó poderá ser proferida por qualquer pessoa, em casa ou diante do Santíssimo Sacramento, e deverá ser realizada durante sete dias seguidos. 

1.  Inicie a oração do Cerco de Jericó professando a fé cristã: 
Creio em Deus Pai Todo-Poderoso,
Criador do céu e da terra,
creio em Jesus Cristo Nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo,
nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado,
desceu à mansão dos mortos,
ressuscitou ao terceiro dia,
subiu aos céus,
está sentado à direita de Deus Pai,
de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo,
na Santa Igreja Católica,
na comunhão dos Santos,
na remissão dos pecados,
na ressurreição da carne,
na vida eterna.


2.  Revista-se com a armadura de Deus, vestes espirituais de Efésios 6,10-18:
Revisto-me da armadura de Deus, para resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que tenho de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomo  a armadura de Deus, para resistir nos dias maus e manter-me inabalável no cumprimento do meu dever cristão. Permaneço alerta, à cintura cingido com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. Embraço o escudo da fé para apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomo o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensifico as minhas invocações e súplicas. Oro em toda circunstância, pelo Espírito, no qual persevero em intensa vigília de súplica por todos os cristãos.

3.  Assuma sua autoridade espiritual e derrube as fortalezas da mente que impõem condição racional ao plano de Deus – II Corintios 10,3-7:Porque, ainda que eu viva na carne, não milito segundo a carne. Não são carnais as armas com que eu luto. São poderosas, em Deus, capazes de arrasar fortificações. Na qualidade de filho(a) do Senhor, batizado(a) na Sua Igreja, eu aniquilo todo raciocínio e todo orgulho que se levanta contra o conhecimento de Deus, cativo todo pensamento e o reduzo à obediência a Cristo.

4.  Recite o Salmo 90 (Ave Maria) e reforce a sua fé, reassuma a sua característica de filho de Deus e deixe-se envolver pela presença do Senhor:
Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo, que moras à sombra do Onipotente, dize ao Senhor: Sois meu refúgio e minha cidadela, meu Deus, em que eu confio. É ele quem me livrará do laço do caçador, e da peste perniciosa. Ele me cobrirá com suas plumas, sob suas asas encontrarei refúgio. Sua fidelidade me será um escudo de proteção. Eu não temerei os terrores noturnos, nem a flecha que voa à luz do dia, nem a peste que se propaga nas trevas, nem o mal que grassa ao meio-dia. Caiam mil homens à minha esquerda e dez mil à minha direita, eu não serás atingido(a). Porém verei claramente, contemplarei o castigo dos pecadores, porque o Senhor é meu refúgio. Escolhi, por asilo, o Altíssimo. Nenhum mal me atingirá, nenhum flagelo chegará à minha vida, porque aos Seus anjos Ele mandou que me guardem em todos os meus caminhos. Eles me sustentarão em suas mãos, para que eu não tropece em alguma pedra. Sobre serpente e víbora andarei, calcarei aos pés o leão e o dragão. ‘Pois que se uniu a mim, eu te livrarei; e o(a) protegerei, pois conhece o Meu nome. Quando você me invocar, eu o(a) atenderei; na tribulação estarei ao seu lado. Hei de livrá-lo(a) e o(a) cobrirei de glória. Será favorecido(a) de longos dias, e mostrar-lhe-ei a minha salvação.’

5.  Ao sentir-se cheio do Espírito Santo, como Nossa Senhora no momento da concepção, cante a Magnífica (Lucas 1,46-55):
Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para sua (seu) pobre serva(o). Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada(o) todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem. Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. Acolheu a mim, (diga seu nome), sua serva (seu servo), lembrado da sua misericórdia, conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.

6.  Fique em pé e entre em batalha espiritual:
Levanta-se Deus, por intercessão da bem-aventurada Virgem Maria, São Miguel Arcanjo e todas as milícias celestes; Que sejam dispersos os Seus inimigos, e fujam de Sua face todos os que Vos odeiam

7.  Invoque a presença do Senhor para combater ao seu lado, lembrando de que Ele é a videira e nós somos os ramos, e sem Ele, nada podemos fazer. Recite o Salmo 34,1-9 aqui adaptado, em voz alta: 
Lutai, Senhor, contra os que me atacam; combatei meus inimigos. Empunhai o broquel e o escudo, e erguei-vos em meu socorro. Brandi a lança e sustai meus perseguidores. Dizei à minha alma: Eu sou a tua salvação. Então a minha alma exultará no Senhor, e se alegrará pelo seu auxílio.

8.  Agora recorra a Deus, para que sejam definitivamente destruídas as muralhas:
Senhor Jesus Cristo, peço-lhe humildemente que venha em auxílio à minha fraqueza, pois muitas vezes eu me sinto desamparado e aflito. Ajude-me neste momento de angústia e provação, em que a noite traiçoeira tomou conta da minha alma. Renove em mim as bênçãos recebidas no sacramento do Batismo e assuma todo o controle e autoridade sobre a minha vontade, desejo e inteligência, e através do Espírito Santo derrube agora todas as muralhas que me impedem de viver a minha verdadeira vocação cristã. Que pelo seu poderoso nome, Senhor Jesus Cristo, por seu preciosíssimo Sangue e pela intercessão da Santíssima Virgem Maria, sejam derrubadas neste momento:
•  as muralhas de pragas ou maldições proferidas por meus antepassados e por aqueles que de algum modo possuem autoridade espiritual sobre mim;
•  as muralhas de maldições e enfermidades vindas de meus antepassados, enfrentadas por mim ou por meus familiares nos dias de hoje;
•  as muralhas do ódio, orgulho, inveja, ciúmes, idolatria, vícios, egoísmo, solidão, avareza, gula, ansiedade, bancarrota, luxúria e preguiça que têm amarrado o meu coração;
•  as muralhas de intriga, brigas, contendas, separação, divórcio, adultério, desentendimentos e todo tipo de desunião que tem assolado minha família;
•  as muralhas das dificuldades financeiras, da falta de emprego ou de trabalho, empecilhos nos negócios, falta de dinheiro, confusão mental ou emocional e dificuldade de decisão compatível com a Sua Santa vontade;
•  as muralhas das doenças da alma que têm atravessado várias gerações de suas famílias, especialmente as práticas que são abominação abomináveis aos seus olhos (Provérbios 6:17-19), como a soberba, a mentira, o homicídio, hipocrisia, a inveja, a cobiça, o ódio, e o semear contendas entre irmãosa homossexualidade, prostituição, dependência de álcool ou drogas, hipocondria e língua mentirosa;•  as muralhas do engano de Satanás que norteiam os meus pensamentos, todas as iluminações e astúcias do inimigo, sejam de qual origem forem;
•  as muralhas de ocultismo, sortilégio, adivinhação, cartomancia, horóscopo, magia, dependência, pacto, oferendas e consagrações a entidades espirituais, sejam elas da origem que forem;
•  as muralhas que estão me impedindo de ser aquilo que o Senhor criou para eu ser, e que atrapalham que eu viva aquilo o Senhor criou para eu viver;
•  toda e qualquer ação de satanás em minha espiritualidade, que me torna escravo e dependente do mal, e que me impede de ser totalmente renovado pelo seu Preciosíssimo Sangue Redentor;
•  (apresente a Deus a sua intenção particular. Anote-a ao lado para que seja a mesma durante os 7 dias).
Senhor Jesus Cristo, pelo Seu Santíssimo Nome e Preciosíssimo Sangue e pela intercessão da Santíssima Virgem Maria, eu invoco a presença do Espírito Santo neste momento, aceito a libertação que acabei de receber e renovo as promessas de meu batismo. Renuncio a Satanás e a seus demônios, a suas obras e astúcias, e assumo a Sua vitória e libertação completas em todas as áreas da minha vida: física, emocional, espiritual e financeira. Assumo Recebo, em Seu nome, um novo pentecostes em meu coração e declaro a toda criatura que o Senhor, Jesus Cristo, é o meu único Salvador, com o Pai e o Espírito Santo! Amém.9. Oração para a quebra de maldições
SENHOR JESUS CRISTO, que conferiu à Sua Santa Igreja a missão de curar os enfermos e libertar os cativos, na qualidade de batizado e na presença de teus Santos Anjos de batalha, em comunhão com meus irmãos e irmãs aqui presentes, por intercessão da Santíssima Virgem Maria, eu ORDENO em Teu Nome, que neste momento:
•  seja destruído todo e qualquer poder de Satanás e seus demônios que prejudica, escraviza e domina a minha vida, meus pensamentos, sentimentos, emoções e decisões;
•  seja destruído todo e qualquer poder de Satanás e seus demônios que pretende a minha ruína física, emocional, espiritual e financeira;
•  seja destruído todo e qualquer poder de Satanás e seus demônios que semeia ódio, desentendimento, mágoa, orgulho, fofoca, julgamento e falta de perdão no meu coração;
•  seja destruído todo e qualquer poder de Satanás e seus demônios que semeia a desunião na minha casa e na minha família;
•  seja destruído todo e qualquer poder de Satanás e seus demônios que pretende incutir em mim o conhecimento trazido por falsas doutrinas e religiões;
•  seja destruído todo e qualquer trabalho ou despacho realizado, escrito ou pronunciado contra a minha vida, saúde, casa, amados, bens materiais e fontes de suprimento;
•  seja destruído todo e qualquer feitiço, simpatia ou encantamento realizado para destruir a minha fé, esperança e caridade;
•  seja destruído e todo e qualquer envolvimento anterior que eu tive com doutrinas e religiões contrárias à fé Católica Apostólica Romana, especialmente as crenças que não reconhecem a Jesus Cristo como Messias, Deus e Senhor;•  seja destruída toda e qualquer enfermidade física, emocional ou espiritual que se levantou contra a minha vida para me afastar de Ti, da verdadeira fé e da verdadeira paz;
•  seja destruída toda e qualquer enfermidade física que está prejudicando o meu corpo (mencionar a enfermidade);
•  seja destruído todo e qualquer problema emocional que me impede de viver a minha verdadeira vocação espiritual, e de ter alegria plena (mencionar a enfermidade).

9.  Oração de libertação (em pé, segurando um crucifixo com a mão direita)

Levanta-se Deus, por intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, São Miguel Arcanjo e todas as Milícias Celestes. Que sejam dispersos os seus inimigos e fujam de sua face todos os que Vos odeiam!
V. Eis a Cruz do Senhor, fugi potências inimigas!
R. Venceu o leão da tribo de Judá, o descendente de Davi.
V. Que a Tua misericórdia, senhor, seja sobre nós!
R. Como nós esperamos em Ti.
V. Senhor, ouvi a minha oração.
R. E chegue a Vós o meu clamor.
V. Das emboscadas do Demônio,
R. Livra-nos, Senhor.
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate. Sede o nosso refúgio contra as maldades e as ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, neste instante o pedimos, e vós, Príncipe da Milícia Celeste, pela Virtude Divina, precipitai no inferno a Satanás e a todos os espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas.
V. São Miguel Arcanjo
R. Rogai por nós.
10.  Josué 6 (no último dia este capítulo deve ser lido 7 vezes seguidas).
Jericó, cidade murada, tinha se fechado diante dos israelitas, e ninguém saía dela nem podia entrar. O Senhor disse a Josué: Vê, entreguei-te Jericó, seu rei e seus valentes guerreiros. Dai volta à cidade, vós todos, homens de guerra; contornai toda a cidade uma vez. Assim farás durante seis dias. Sete sacerdotes, tocando sete trombetas, irão adiante da arca. No sétimo dia dareis sete vezes volta à cidade, tocando os sacerdotes a trombeta. Quando o som da trombeta for mais forte e ouvirdes a sua voz, todo o povo soltará um grande clamor e a muralha da cidade desabará. Então o povo tomará (de assalto) a cidade, cada um no lugar que lhe ficar defronte. Josué, filho de Nun, convocou os sacerdotes e disse-lhes: Levai a arca da aliança, e sete sacerdotes estejam diante dela tocando as trombetas. E disse em seguida ao povo: Avante! Dai volta à cidade, marchando os guerreiros diante da arca do Senhor. Logo que Josué acabou de falar, os sete sacerdotes, levando as sete trombetas, retumbantes, puseram-se em marcha diante do Senhor, tocando os seus instrumentos; e a arca da aliança do Senhor os seguiu. Marcharam os guerreiros diante dos sacerdotes que tocavam a trombeta, e à retaguarda seguia a arca; e durante toda a marcha ouvia-se o retinir das trombetas. Ora, Josué havia dado essa ordem ao povo: não griteis, nem façais ouvir a vossa voz, nem saia de vossa boca palavra alguma, até o dia em que eu vos disser: Gritai! Então clamareis com força. A arca do Senhor deu uma volta à cidade, e retornaram ao acampamento para ali passar a noite. Josué levantou-se muito cedo e os sacerdotes levaram a arca do Senhor. Os sete sacerdotes, levando as sete trombetas retumbantes, marchavam diante da arca do Senhor, tocando a trombeta durante a marcha. Os guerreiros precediam-nos, e à retaguarda seguia a arca do Senhor. E ouvia-se o retinir da trombeta durante a marcha. Deram volta à cidade uma vez, no segundo dia, e voltaram ao acampamento. O mesmo fizeram durante seis dias. Mas, ao sétimo dia, levantando-se de madrugada, deram volta à cidade sete vezes, como nos dias precedentes: esse foi o único dia em que fizeram sete vezes a volta. Quando os sacerdotes tocaram as trombetas na sétima volta, Josué disse ao povo: Gritai, porque o Senhor vos entregou a cidade. A cidade será votada ao Senhor por interdito, como tudo o que nela se encontra; exceção feita somente a Raab, a prostituta, que terá a sua vida salva com todos os que se encontrarem em sua casa, porque ocultou os espiões que tínhamos enviado. Mas guardai-vos (de tocar) no que é votado ao interdito. Se tomardes algo do que foi anatematizado, atraireis o interdito sobre o acampamento de Israel, o que seria uma catástrofe. Toda a prata, todo o ouro e todos os objetos de bronze e de ferro serão consagrados ao Senhor e farão parte do seu tesouro. O povo clamou e os sacerdotes tocaram as trombetas. E logo que o povo ouviu o som das trombetas, levantou um grande clamor. A muralha desabou. A multidão subiu à cidade, sem nada diante de si. Tomaram a cidade e votaram-na ao interdito, passando a fio de espada tudo o que nela se encontrava, homens, mulheres, crianças, velhos e até mesmo os bois, as ovelhas e os jumentos. Josué disse então aos dois homens que tinham explorado a terra: Entrai na casa da prostituta e fazei-a sair de lá com tudo o que lhe pertence. Os espiões entraram na casa e fizeram sair Raab, seu pai, sua mãe, seus irmãos e tudo o que lhe pertencia, toda a sua parentela, e puseram-nos em segurança fora do acampamento de Israel. Queimaram a cidade com tudo o que ela continha, exceto prata, ouro e todos os objetos de bronze e de ferro que foram recolhidos aos tesouros da casa do Senhor. Josué conservou a vida de Raab, a prostituta, bem como a da família de seu pai e a de todos os seus, de sorte que ela habitou no meio de Israel até este dia, porque ela havia ocultado os mensageiros enviados a explorar Jericó. Então proferiu Josué este juramento: Maldito seja diante do Senhor quem tentar reconstruir esta cidade de Jericó! Será ao preço do seu primogênito que lhe lançará os primeiros fundamentos, e será à custa do último de seus filhos, que lhe porá as portas! O Senhor estava com Josué, e o seu renome divulgou-se por toda a terra.

11. Bênção
O Senhor esteja conosco
R: Ele está no meio de nós
Abençoe-nos Deus Todo-Poderoso em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo
R: Amém!
* Extraída do livro do Padre Rogério Canciam.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Como realizar o Cerco de Jericó?



1.   PRIMEIRO PASSO – CONVITE

A   Procure pelo pároco, que deve orientar e coordenar os trabalhos. Ele deverá:
•   presidir as missas diárias;
•   fazer as pregações a partir dos temas inspirados;
•   conceder as bênçãos do Santíssimo Sacramento;
•   atender as confissões ao longo da semana.

B   Junto ao pároco, poderão estar à frente do Cerco:
•   sacerdotes de outras paróquias (convidados);
•   grupos de oração;
•   comunidades da Renovação Carismática;
•   pastorais;
•   movimentos;
•   associações;
•   irmandades;
•   conselhos paroquiais.


2.   SEGUNDO PASSO – ORGANIZAÇÃO
A   Lembre-se de que o Santíssimo Sacramento permanecerá exposto durante todo o tempo:
•   organize uma equipe para sustentar a oração 24 horas por dia, de maneira ininterrupta;
•   distribua material de divulgação com o significado do Cerco de Jericó aos participantes, explique a motivação, os temas e as intenções pelas quais o ele está sendo realizado;
•   durante o cerco os participantes podem e devem rezar por suas intenções pessoais, mas sem se esquecer de rezar pelas intenções comuns;
•   durante a adoração, a equipe deverá interceder pelas causas do cerco, pelos pedidos de oração deixados em uma caixa no altar, pelas intenções dos participantes.
•   Durante a Santa Missa o Santíssimo Sacramento deverá ser recolhido ao Sacrário;


3.   TERCEIRO PASSO – INCENTIVO
A   Deve-se incentivar:
•   A participação diária na Santa Missa;
•   A participação na procissão diária;
•   A leitura orante da Palavra de Deus;
•   A oração pessoal;
•   As visitas diárias ao Santíssimo Sacramento;
•   A recitação do Santo Rosário;
•   A confissão sacramental;
•   O jejum;
•   A abertura dos dons carismáticos;
•   A inserção na comunidade de fé;
•   As obras de misericórdia;
•   O compromisso para com os irmãos.


4.   QUARTO PASSO – TÉRMINO
A   Ao término das missas do Cerco de Jericó deve-se fazer a procissão e a bênção do Santíssimo Sacramento;
B   No último dia deve-se fazer sete voltas com o Santíssimo Sacramento enquanto o povo recita o capítulo 6 do livro de Josué por sete vezes.

O que é o Cerco de Jericó:

"A emoção de participar do Cerco de Jericó é inexplicável, é como se sentisse a presença de Deus, o sopro do Espírito Santo e o abraço de Maria. Sinto minha fé renovada para enfrentar as muralhas do dia a dia”.

Entenda o o que é o “Cerco de Jericó”:


A inspiração do encontro é baseada no capitulo 6 do livro de Josué. O texto sagrado conta que, antes de chegar à terra prometida, o povo de Israel se viu diante das grandes muralhas de Jericó, que o impedia de prosseguir a caminhada. Obedecendo a voz de Deus, Josué, sucessor de Moisés e líder do povo, convidou os Israelitas a orarem durante sete dias e sete noites rodeando as muralhas de Jericó, tendo à frente a Arca da Aliança, sinal da presença de Deus que caminha com seu povo.

“Como de costume, se faz as procissões, que chamamos de voltas, com a Arca da Aliança, como narra o Antigo Testamento.

Nas sete noites ora-se com fervor, pedindo a Deus que derrube as ‘muralhas’ que nos impedem de termos uma vida mais santa e feliz. São momentos lindos de fé e devoção.’’

O que são muralhas? “São problemas e dificuldades que hoje você tem na sua vida e que podem cair por meio das orações do Cerco de Jericó”.
CREIA E PRONUNCIE SEM CESSAR: A Jesus Cristo toda honra, glória e louvor. A Ele todo o Poder agora e para sempre!!!

CERCO DE JERICÓ:

ROTEIRO DE ADORAÇÃO 

Cate Cristo na rede com catecismoLegal!

 

Comentário inicial: irmãos e irmãs reunidos nessa hora de adoração estaremos em oração a Deus em ação de graças pelos ... da nossa paróquia.

Ao longo destes ... anos muito por aqui se fez, homens e mulheres, jovens e crianças, religiosas e sacerdotes se doando concretizaram uma estrutura Espiritual Católica, uma Organização Religiosa e Humana, com pessoas doando sua vida por Deus, pela Igreja e pelo seu irmão mais necessitado.

Somos hoje, os responsáveis por manter viva a memória e o sonho de outrora. Despertemos em nós batizados de hoje, coordenadores e lideranças católicas o alegre e exigente compromisso de construirmos uma Igreja dinâmica, feliz e profundamente enraizada na Palavra e na Eucaristia.

Deus recompense a todos quanto se doaram pela Edificação da nossa Paróquia.

Deus ilumine a todos que hoje se doam e faz acontecer a caminhada atual da nossa Comunidade.

PARTICULARMENTE NESSE DIA (NOITE) IREMOS REZAR PARA:

1º dia: Por todos os que se doaram a nossa paróquia, já falecidos.

2º dia: Pelos Sacerdotes que aqui se doaram.

3º dia: Pelos líderes leigos atuantes em nossa paróquia

4º dia: Pelos jovens e crianças

5º dia: Pelo Bispo Dom ... e o Padre ..., que o Espírito Santo lhes dê sabedoria e saúde para guiar o seu rebanho.

6º dia: Pelas vocações sacerdotais e religiosas em nossa paróquia

7º dia: Pelos paroquianos para que sejam firmes, perseverantes na caminhada, e com alegria possam festejar os ... da nossa paróquia.

 

1-TRINDADE (Em nome do Pai.... pode ser cantado)

Graças e louvores se deem a cada momento ao santíssimo e diviníssimo sacramento. Gloria ao pai e ao filho e ao espírito santo, como era no princípio e agora e sempre, amem

2-INVOCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO (VINDE, OH ESP. SANTO...)

Espírito Santo vinde. Falar em mim!Espírito Santo, vinde.Orar em mim!

Vinde curar, vinde libertar. Nossos corações de toda opressão. Vinde transformar, vem incendiar. Traz fogo do céu nesse lugar

Incendeia minha alma!Incendeia minha alma!Incendeia minha alma, Senhor!

 

3- PEDIDO DE PERDÃO

D. “Humildemente rogamos e suplicamos , que perseveremos todos na verdadeira Fé e confessemos nossos pecados, porque de outra forma ninguém poderá salvar-se.”

T. Senhor, / perdoai-nos por nossas infidelidades! Perdoai-nos, por não sermos sinais transparentes / de vossa bondade e de vossa presença no mundo.

C. "Todos devemos confessar os nossos pecados ao sacerdote. É dele que recebemos o Corpo e Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois quem não comer a sua carne e não beber o seu sangue, não pode entrar no reino de Deus.”

T. Senhor / que pelo amor / mereçamos o perdão de todos os nossos pecados.

D. “Absorvei, Senhor nós vos suplicamos,

T. “Grande e magnífico Deus, / meu Senhor Jesus Cristo, / iluminai o meu espírito / e dissipai as trevas da minha alma! Dai-me uma fé integra, / uma esperança firme, / uma caridade perfeita. Concedei, meu Deus, /que eu vos conheça muito, / para poder agir sempre segundo os vossos ensinamentos / e de acordo com a vossa santíssima vontade.”

(Pode se cantar um canto de perdão)

 

ATO DE LOUVOR

C. Criados fomos para o louvor.

“Santíssimo Pai nosso, que estais nos céus.” Unindo-nos aos anjos e santos dos céus., louvemos todos ao Senhor, dizendo:

T. “Santo, / Santo, /Santo é o Senhor todo poderoso, / que é e que era

e que virá”.Louvemo-lo e exaltemo-lo por toda a eternidade!

D. Digno és, Senhor nosso Deus, de receber o louvor, a glória, a honra e o poder.

T. Louvemo-lo e exaltemo-lo por toda a eternidade!

D. Digno é o Cordeiro que foi imolado, de receber o poder e a riqueza, a sabedoria, a fortaleza, a honra, a glória e a bênção.

T. Louvemo-lo e exaltemo-lo por toda a eternidade!

D. Bendigamos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!

T . Louvemo-lo e exaltemo-lo por toda a eternidade!

D. Celebrem-no em sua glória os céus e a terra e toda a criatura que há na terra, no céu debaixo da terra e no mar e tudo quanto existe.

T. Louvemo-lo e exaltemo-lo por toda a eternidade!

C. Prolonguemos nosso louvor, louvar e bendizer; Eis a dimensão de nossa vida. O próprio Cristo ergue os olhos para o céu e diz: “Eu te bendigo, Senhor, Pai do céu e da terra, porque escondestes estas coisas aos sábios e entendidos e as revelastes aos pequeninos.”

T. “Vós sois Santo, / Senhor e Deus único, / que operais maravilhas. Vós sois o Grande, / Vós sois o Altíssimo. Vós sois o Rei onipotente, / santo Pai, / Rei do céu e da terra. Vós sois o Trino e o Uno, / Senhor e Deus, /Vós sois a Mansidão. Vos sois o Protetor. Vós sois o Guarda e Defensor. Vós sois a Fortaleza. Vós sois o Alívio. Vós sois a nossa Esperança. Vós sois a nossa inefável Doçura./ Vós sois nossa eterna Vida, / ó grande e maravilhoso Deus, / Senhor Onipotente, /

Misericordioso Redentor.

 

CANTO DE ADORAÇÃO.

Invocamos o teu nome. Invocamos o teu poder. Invocamos a tua presença no meio de nós. Invocamos o teu nome. Invocamos o teu poder. Invocamos a tua presença no meio de nós. Manifesta senhor o teu poder. Manifesta senhor a tua força. Manifesta senhor neste lugar. O teu grande amor que tudo pode curar. Manifesta senhor o teu poder. Com prodígios, milagres, sinais. Manifesta senhor neste lugar. O teu grande amor que tudo pode curar

4-SUGESTÃO DE TEXTOS BÍBLICOS:

EFÉSIOS 6,10-20 ATOS 4,23-31 2 CORINTIOS 10,3-7

LUCAS 1,46-56 JO 6.35-50 JO 6.51-59

SALMO 90 OU 67 outro, folha anexa (os salmos devem ser rezados em dois coros por versículos).

(PARTILHA DA PALAVRA LIVRE)

5-PRECES ESPONTÂNEAS.

RESPOSTA: em vossas mãos Senhor, entregamos nossa vida e nossa paróquia.


6-ORAÇÃO PELOS ... [aquilo que estiver comemorado]

Jesus Bom Pastor, neste ano que ... nos concedeis a grande alegria de celebrar ... da paróquia .... Concedei-nos por intercessão [de nosso padroeiro ou padroeira], que nos deixamos transformar pelo mesmo espírito que os santificou. Daí-nos viver este tempo de júbilo com espírito de gratidão, humildade e oração. Alegres por pertencer à paróquia dedicada [santo padroeiro ou padroeira], enriqueça-nos com tua graça, através da palavra e da Eucaristia, renovando em nós o entusiasmo do encontro com Cristo. Nós te pedimos Senhor.

 

7-ENCERRAMENTO

Como ..., o nosso padroeiro, concluamos a nossa adoração rezando:

“ Em toda parte, em todo lugar, a toda hora e em todo tempo, cada dia sem parar, todos creiamos com uma fé sincera e humilde, guardemos em nosso coração, amemos, honremos, adoremos, sirvamos, louvemos e bendigamos, glorifiquemos e exaltemos, engrandeçamos e agradeçamos o Santíssimo, Soberano e eterno Deus, Trindade e Unidade, Pai, Filho e Espírito Santo, criador de todas as coisas, Salvador de todas as coisas, Salvador de todos que nele tem a sua fé, sua esperança e seu amor.” Amém!!!

 

Obs.: cada grupo pode adaptar sua adoração com outros cantos, oração do terço ou a novena do natal .

Não deixe em hipótese alguma o Santíssimo sozinho. Espero a chegada dos outros adoradores antes de se retirarem.

USE AS FOLHAS DE ADORAÇÃO E, AO FINAL, DEIXE NA ESTANTE OU PASSE PARA O OUTRO GRUPO.

 

SALMOS

1 - A ti clamo, ó Senhor; rocha minha, não emudeças para comigo; não suceda que, calando-te a meu respeito, eu me torne semelhante aos que descem à cova. 2 - Ouve a voz das minhas súplicas, quando a ti clamo, quando levanto as minhas mãos para o teu santo templo. 3 - Não me arrastes juntamente com os ímpios e com os que praticam a iniqüidade, que falam de paz ao seu próximo, mas têm o mal no seu coração. 4 - Retribui-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus feitos; dá-lhes conforme o que fizeram as suas mãos; retribui-lhes o que eles merecem. 5- Porquanto eles não atentam para as obras do Senhor, nem para o que as suas mãos têm feito, ele os derrubará e não os reedificará 6- Bendito seja o Senhor, porque ouviu a voz das minhas súplicas. 7- O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei. 8 - O Senhor é a força do seu povo; ele é a fortaleza salvadora para o seu ungido. 9 - Salva o teu povo, e abençoa a tua herança; apascenta-os e exalta-os para sempre

15 - O VERDADEIRO CIDADÃO DOS CÉUS

1 Senhor, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? 2 Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala vorazmente segundo o seu coração; 3 aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhuma afronta contra o seu próximo; 4 aquele a cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor;aquele que, mesmo que jure com dano seu, não muda. 5 Aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem recebe subornos contra o inocente; quem faz isto nunca será abalado.15 Antes de entrarem no templo, os fiéis são instruídos sobre as condições morais necessárias para participarem dignamente do culto ao Senhor. Cf. Sl 24.3-6; Is 33.14-16.

24 - O DOMÍNIO UNIVERSAL DE DEUS. QUEM É DIGNO DE ENTRAR NO SEU SANTUÁRIO. DEUS É O REI DA GLÓRIA

1 Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. 2 Porque ele a fundou sobre os mares e a firmou sobre os rios. 3 Quem subirá ao monte do Senhor ou quem estará no seu lugar santo? 4 Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente. 5 Este receberá a bênção do Senhor e a justiça do Deus da sua salvação. 6 Esta é a geração daqueles que buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó. (Selá) 7 Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. 8 Quem é este Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra. 9-Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. 10- Quem é este Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos; ele é o Rei da Glória. (Selá)

.

66 - CÂNTICO DE LOUVOR A DEUS PELAS SUAS GRANDES OBRAS

1 Louvai a Deus com brados de júbilo, todas as terras. 2 Cantai a glória do seu nome; dai glória ao seu louvor. 3 Dizei a Deus: Quão terrível és tu nas tuas obras! Pela grandeza do teu poder se submeterão a ti os teus inimigos. 4 Toda a terra te adorará, e te cantará louvores, e cantará o teu nome. (Selá) 5 Vinde e vede as obras de Deus; é terrível nos seus feitos para com os filhos dos homens. 6 Converteu o mar em terra seca; passaram o rio a pé; ali nos alegramos nele. 7 Ele domina eternamente pelo seu poder; os seus olhos estão sobre as nações; não se exaltem os rebeldes. (Selá) 8 Bendizei, povos, ao nosso Deus e fazei ouvir a voz do seu louvor; 9 ao que sustenta com vida a nossa alma e não consente que resvalem os nossos pés. 10 Pois tu, ó Deus, nos provaste; tu nos afinaste como se afina a prata. 11 Tu nos meteste na rede; afligiste os nossos lombos. 12 Fizeste com que os homens cavalgassem sobre a nossa cabeça; passamos pelo fogo e pela água; mas trouxeste-nos a um lugar de abundância. 13 Entrarei em tua casa com holocaustos; pagar-te-ei os meus votos, 14 que haviam pronunciado os meus lábios, e dissera a minha boca, quando eu estava na angústia. 15 Oferecer-te-ei holocaustos de animais nédios, com odorante fumaça de carneiros; oferecerei novilhos com cabritos. (Selá) 16 Vinde e ouvi, todos os que temeis a Deus, e eu contarei o que ele tem feito à minha alma. 17 A ele clamei com a minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua. 18 Se eu atender à iniquidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá; 19 mas, na verdade, Deus me ouviu; atendeu à voz da minha oração. 20 Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia.

115 - A GLÓRIA DO SENHOR E A VAIDADE DOS ÍDOLOS. EXORTAÇÃO A CONFIAR SÓ EM DEUS A

1 Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade. 2 Por que dirão as nações: Onde está o seu Deus? 3 Mas o nosso Deus está nos céus e faz tudo o que lhe apraz. 4 Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens. 5 Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem; 6 têm ouvidos, mas não ouvem; nariz têm, mas não cheiram. 7 Têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. 8 Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e todos os que neles confiam. 9 Confia, ó Israel, no Senhor; ele é teu auxílio e teu escudo. 10 Casa de Arão, confia no Senhor; ele é teu auxílio e teu escudo. 11 Vós, os que temeis ao Senhor, confiai no Senhor; ele é vosso auxílio e vosso escudo. 12 O Senhor, que se lembrou de nós, abençoará; abençoará a casa de Israel; abençoará a casa de Arão. 13 Abençoará os que temem ao Senhor, tanto pequenos como grandes. 14 O Senhor vos aumentará cada vez mais, a vós e a vossos filhos. 15 Sede benditos do Senhor, que fez os céus e a terra. 16 Os céus são os céus do Senhor; mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens. 17 Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio. 18 Mas nós bendiremos ao Senhor, desde agora e para sempre. Louvai ao Senhor!

121 - DEUS É GUARDA FIEL DO SEU POVO

1 Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? 2 O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. 3 Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda jamais dormirá. 4 Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. 5 O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. 6 O sol não te molestará de dia, nem a lua, de noite. 7 O Senhor te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma. 8 O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.


A Jesus toda honra, toda glória, todo louvor ... 

catecristonarede

Marcadores

catecristonarede

Valeu a informação do catecristonarede?

catecristonarede

SEGUIDORES

catecristonarede

catecristonarede

catecristonarede
~~catecismoLegal~~

catecristonarede

~~catecismoLegal~~ para todas as idades!
Aprenda com esmero e com facilidade àquilo que fará bem para sua espiritualidade!