AS MAIS POPULARES

quarta-feira, 23 de março de 2016

PAIXÃO DE JESUS:

O que os santos disseram sobre a Paixão de Jesus? Veja aqui e medite suas palavras.

Cristo chagado.
.
O Amor dos Santos por Nosso Senhor expresso em suas frases!

Santa Teresa de Lisieux,
“O canto do sofrimento unido aos Seus sofrimentos é aquilo que mais cativa o Seu coração.
Jesus arde de amor por nós…! Olha a Sua Face adorável…! Olha os Seus olhos apagados e baixos…! Olha essas chagas… Olha a Face de Jesus… Ali verás como nos ama”.

S. Francisco de Sales,
Introdução à Vida devota.
Aconselho-te a oração mental e cordial e particularmente sobre a Vida e a Paixão de Nosso Salvador. Se frequentemente a contemplas na meditação;
Encherá a tua alma, aprenderás a Sua modéstia e modelarás as tuas ações pelo modelo das Suas. Ele é a Luz do mundo e n’Ele, por Ele e para Ele devemos ser instruídos e iluminados.

S. João da Cruz
Epistolário, carta 10
Acerca da Paixão do Senhor, procure… não querer fazer a sua vontade e gosto em nada, pois ela foi a causa da Sua Paixão e Morte.

S. Luís Beltran o.p
Obras e Sermões;
Meditações sobre a Paixão de Jesus; Tomo I
Saboreia o livro da Paixão de Cristo e captarás a sua doçura, porém quando o digerires experimentarás a amargura grande que existe nele.
Contempla essa Paixão. Avalia o preço da tua redenção.

Beata Ângela de Foligno,
O Livro da vida.
Se a tua mente não se eleva à contemplação desse Homem-Deus crucificado, volta atrás e, começando desde início até ao fim, rumina todos os caminhos da Paixão e da Cruz do Homem-Deus vilipendiado.
E se não podes retomar e falar de novo destas coisas com o coração, repete-as frequentemente e amorosamente com os lábios, porque aquilo que se repete com frequência com os lábios, dá calor e fervor ao coração.

S. Máximo de Turim,
Cristo dia sem ocaso;
Sermão 53, 1-2.4
A Paixão do Salvador tira-nos do abismo, eleva-nos acima do que é terreno e coloca-nos no mais alto dos Céus.

Fonte: Apostolado do Sagrado Coração de Jesus
.

sábado, 19 de março de 2016

PUREZA e CASTIDADE:

Ainda importam para nós nos dias de hoje? Veja o que dizem os Santos.


Nossa Senhora, mãe da Pureza.

.
“Ninguém melhor que o Espírito Santo saberá apreciar o valor da castidade.”

.
.
Ora, Ele diz: ”Tudo o que se estima não pode ser comparado com uma alma continente” (Ecli 26, 20), isto é, todas as riquezas da terra, todas as honras, todas as dignidades, não lhe são comparáveis.
.
Santo Efrém chama a castidade de “a vida do espírito”; São Pedro Damião, “a rainha das virtudes”; e São Cipriano diz que, por meio dela, se alcançam os triunfos mais esplêndidos.
.
Quem supera o vício contrário à castidade, facilmente triunfará de todos os mais; quem, pelo contrário, se deixa dominar pela impureza, facilmente cairá em muitos outros vícios e far-se-á réu de ódio, injustiça, sacrilégio, etc.
.

.
A castidade faz do homem um anjo. “Ó castidade, exclama Santo Efrém (De cast.), tu fazes o homem semelhante aos anjos”.
.

.
Essa comparação é muito acertada, pois os anjos vivem isentos de todos os deleites carnais; eles são puros por natureza; as almas castas, por virtude.
.
“Pelo mérito desta virtude, diz Cassiano (De Coen. Int., 1. 6, c. 6), assemelham-se os homens aos anjos”; e São Bernardo (De mor. et off., ep., c. 3):
.

.
“O homem casto difere do anjo não em razão da virtude, mas da bem-aventurança; se a castidade do anjo é mais ditosa, a do homem é mais intrépida”.
.
.

“A castidade torna o homem semelhante ao próprio Deus, que é um puro espírito”, afirma São Basílio (De ver. virg.)
.
.

O Verbo Eterno, vindo a este mundo, escolheu para Sua Mãe uma Virgem, para pai adotivo um virgem, para precursor um virgem;
.
.
E a São João Evangelista amou com predileção porque era virgem, e, por isso, confiou-lhe Sua santa Mãe, da mesma forma como entrega ao sacerdote, por causa de sua castidade, a santa Igreja e Sua própria Pessoa.

.
Com toda a razão, pois, exclama o grande doutor da Igreja, Santo Atanásio (De virg.): ‘Ó santa pureza, és o templo do Espírito Santo, a vida dos Anjos e a coroa dos Santos!”.
.
.
Grande, portanto, é a excelência da castidade; mas também terrível é a guerra que a carne nos declara para no-la roubar.
.
.
Nossa carne é a arma mais poderosa que possui o demônio para nos escravizar; é, por isso, coisa muito rara sair-se ileso ou mesmo vencedor deste combate. Santo Agostinho diz (Serm. 293):
.
“O combate pela castidade é o mais renhido de todos: ele repete-se cotidianamente, e a vitória é rara”.
.
“Quantos infelizes que passaram anos na solidão, exclama São Lourenço Justiniano, em orações, jejuns e mortificações, não se deixaram levar, finalmente, pela concupiscência da carne;
.

Abandonaram a vida devota da solidão e perderam, com a castidade, o próprio Deus!”
.
.

Por isso, todos os que desejam conservar a virtude da castidade devem ter suma cautela:
.

.
“É impossível que te conserves casto, diz São Carlos Borromeu, se não vigiares continuamente sobre ti mesmo, pois negligência traz consigo mui facilmente a perda da castidade”.




Fonte: Apostolado do Sagrado Coração de Jesus

São José, o Protetor da Igreja Católica:

São José, o Protetor da Santa Igreja.
.
Há várias invocações de São José que poderíamos considerar.
.
E
u creio que, dessas invocações, depois das que dizem diretamente respeito a Nosso Senhor Jesus Cristo, nenhuma é mais bonita do que “Protetor da Igreja Católica”.
Protetor de algo é, de algum modo, um símbolo daquilo que se protege. Os senhores considerem, por exemplo, alguém que é guarda da rainha [da Inglaterra, Elisabeth II].
Este, de algum modo, toma em si algo da realeza da rainha; é uma honra ser guarda da rainha! Escolhem-se para serem guardas da rainha os indivíduos mais capazes;
Os que tiveram maior coragem, os que  nas guerras provaram maior dedicação à coroa inglesa. Estes são os convidados para serem os guardas da rainha.
.
Se é uma honra ser guarda da rainha, se é uma honra ser guarda do Papa, então que honra é ser guarda da Santa Igreja Católica!
.
Exceção feita de Nossa Senhora que é Mãe da Igreja, ninguém pode se comparar à Igreja Católica. Nem qualquer Anjo ou todos os santos considerados cada um separadamente tem a dignidade da Igreja Católica.
Porque a Igreja envolve todos os santos e Ela é a fonte da santidade desses santos e, portanto, um santo nunca pode ter a dignidade igual à da Igreja Católica.
A grandeza moral de São José
.
Os senhores imaginem, portanto, o que é o santo que é o Padroeiro da Igreja Católica!
.
Ele tem de ser algo de tão alto, de tão excelso que, por assim dizer, tem de ser o reflexo da Igreja que ele guarda! Para estar proporcionado a Ela, tem de ter o reflexo da Igreja que guarda.
Podemos considerar que a envergadura espiritual de São José – enquanto co-idêntico com o espírito da Igreja Católica, enquanto sendo exemplar prototípico e magnífico da mentalidade, das doutrinas, do espírito da Igreja Católica;
Só se pode medir por esse outro critério: é o fato dele ser Esposo de Nossa Senhora e proporcionado, portanto, a Nossa Senhora; ser o Pai adotivo do Menino Jesus e, portanto, proporcionado ao Menino Jesus!
Se quisermos ter uma ideia da alma de São José, do espírito de São José, seria preciso imaginar tudo quanto a gente pensa da Igreja Católica, toda a grandeza da Igreja, toda a simplicidade da Igreja;
Toda a dignidade da Igreja, toda a afabilidade da Igreja, toda a sabedoria da Igreja, toda a imensidade da Igreja, tudo quanto se pudesse dizer da Igreja Católica e imaginar isto realizado num homem!
E então teríamos a fisionomia moral de São José!
.
Devemos imaginar, pelo menos, o perfil moral desse Santo: a castidade de São José, sua 
pureza ilibadíssima.
.
E devemos nos aproximar dele com respeito, com veneração e pedir-lhe que nos conceda aquilo que tanto desejamos receber.
O que pedir a São José em sua festa?
Cada um se pergunte a si próprio – num exame de consciência de um minuto – qual é a graça que quer pedir a São José por ocasião da festa de hoje.
A primeira das graças a pedir seria a da devoção a Nossa Senhora;
.
Outra, a graça de refletir tão bem o espírito da Igreja Católica quanto esteja nos desígnios da Providência ao nos ter criado e ao nos ter conferido o santo Batismo;
.
Podemos pedir a pureza, a despretensão… podemos pedir tudo. Podemos escolher cada uma dessas coisas ou pedir todas essas coisas no seu conjunto.
Às vezes, é bom a gente pedir uma coisa só, se a graça nos leva a pedir uma coisa só. Às vezes, é bom pedirmos tudo, porque há momentos em que a graça nos leva a sermos audaciosos e a pedir muita coisa ao mesmo tempo.
.
E então hoje, na festa de São José, conforme o movimento da graça interior em cada um de nós, devemos pedir alguma coisa a ele.
.
E se não soubermos bem o que pedir a São José, dizer a ele: “Meu bom São José, dá-me Vós aquilo de que preciso… uma vez que nem sequer sei o que me convém.”
Eu acredito que, no mais alto dos Céus, ele sorrirá e dará, com bondade, alguma graça muito bem escolhida. E com isto fica nossa invocação a São José.

sábado, 5 de março de 2016

INTERCESSÃO DA MÃE:

5 Fantásticos sinais de que precisamos da INTERCESSÃO de Nossa Senhora: 

Nossa Senhora sendo coroada!
.
Não duvidemos do poder de intercessão de Nossa Senhora, esses 5 motivos farão você mudar de ideia.

.
1) Apesar de recebermos as graças necessárias para a salvação, todo mundo ainda precisa de graças especiais para perseverar.

Isso ocorre porque a decadência de uma alma geralmente segue um processo.
.
Primeiro, a pessoa comete ingratidões que causam um certo retraimento da graça. Isso faz com que a pessoa, ainda quando em estado de graça, exponha gravemente sua salvação.

.
Ela necessita, portanto, de graças excepcionais para se manter no estado de graças e não cair em pecado mortal.

A nossa maldade demonstra que não podemos perseverar na vida espiritual sem um apoio especial.
.
2) Por causa disso, se não fosse um intercessor que nos suprisse, por meio dos pedidos dele, ninguém conseguiria títulos para ser atendido no sentido de obter a graça mais que suficiente para a sua salvação.

Ademais a natureza humana é tão fraca que muitas vezes as pessoas abusam da graça de tal forma que é impossível encontrar quem pratique a fidelidade suficiente para salvar-se sem a intervenção de um mediador junto a Nosso Senhor Jesus Cristo, a fonte da graça.
.
3) Nossa Senhora é que nos alcança as graças necessárias para obtermos a salvação. O simples fato de termos devoção a ela nos torna agradável a Deus, e o predispõe a atender às nossas solicitações.

Poder-se-ia então dizer que isso significa que Nossa Senhora é medianeira apenas de graças extraordinárias e não de todas as graças? Não.
É ela que também obtém o mínimo de graças essenciais para nós. A nossa maldade serve para demonstrar que não podemos perseverar na vida espiritual sem o seu total apoio.
Imagine-se um amigo que esteja “de bem” consigo. Por assim dizer, em “estado de graça” em relação à sua pessoa.
Dependa completamente da sua bondade, e geralmente age corretamente a seu respeito.
No entanto, embora esse amigo não cometa faltas graves contra a sua pessoa, ele, no entanto, constantemente comete pequenas falhas, tais como descortesia, desrespeito ou desafeto.
.
É evidente que, na medida em que ele insiste em proceder assim, gradualmente vai se distanciando sua amizade com ele.

.
Se ele cometer uma falta grave, é compreensível que haja um rompimento na amizade.


Nossa Senhora se chateia quando cometemos pecados que nos afastam de Deus!
Esta é um pouco a imagem de uma pessoa que, sem perder de imediato o estado de graça, quase inevitavelmente cai em pecado mortal em um determinado momento.
Para evitar esta queda, é muito necessária a intercessão de Nossa Senhora.
Não só é extremamente necessária, mas indispensável uma vez que, cometida uma falta grave, é difícil obter o perdão de Deus sem uma ajuda especial.
É de se duvidar que a uma pessoa neste estado de alma Deus de fato lhe dê o Céu antes dela se submeter a graves provas como punição de suas atitudes.
Mais uma vez a necessidade da intercessão de Nossa Senhora.
.
4) Muitas pessoas supõem que a morte vem como um acidente, fora dos “caminhos da Providência”, e que Deus não tem nada a ver com a morte.

Segundo essa visão, o homem anda pelos “caminhos da vida” como ele bem entende. Então, chega a  morte, súbita ou não, e interrompe osplanos de Deus para o desenvolvimento de sua alma.
Na verdade, não é nada assim, em tudo. Nenhum cabelo cai de nossa cabeça sem que Deus queira ou permita. Tudo é proporcional à orientação da nossa vida espiritual.
.
Na verdade, o momento da nossa morte é perfeitamente escolhido, segundo a misericórdia e a justiça de Deus, em relação aos nossos pecados e méritos.

.
Sem um intercessor com os merecimentos, como Nossa Senhora, seria impossível permanecer em estado de graça.

.
5) A nossa vida espiritual não é um patamar próximo a um abismo. É uma rampa inclinada na qual há uma linha que separa o estado de graça do pecado mortal.

Quando alguém está na parte superior da rampa, ele pode ir para baixo, tibiamente, sem necessariamente cair em pecado mortal.
Contudo, quando uma pessoa na parte superior da rampa comete uma infidelidade, Deus normalmente diminui suas graças.
.
E com a diminuição gradativa da graça, essa pessoa pode cair em tal estado de miséria em que ela fica reduzida à graça estritamente indispensável.

.
Quando se diz que o pecado venial leva ao pecado mortal, isso não significa que o homem não tem a graça suficiente para não cair, mas que muitas vezes ele não corresponde à graça e, portanto, cai.

A natureza humana tem uma forte tendência a abusar da graça.
.
O homem só pode obter todas as graças necessárias e oportunas para não cair em pecado mortal (e portanto não ir para o inferno), se recorrer à Nossa Senhora.

.
E é por isso que precisamos de Nossa Senhora como medianeira de todas as graças.

Fonte: Associação Devotos de Fátima

sexta-feira, 4 de março de 2016

VIRTUDE: Fortaleza

O que uma borboleta pode nos ensinar sobre a Virtude da Fortaleza? Descubra.

Borboleta saindo do casulo!

.
Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo; um homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.

.
Então pareceu que ela havia parado de fazer qualquer progresso.

Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais. Então o homem decidiu ajudar a borboleta:
Borboleta com suas cores e beleza!
ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar a tempo.
Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar.
O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia, era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura;
Era o modo com que a natureza fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se passássemos esta nossa vida sem quaisquer obstáculos, nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido.

.
Eu quis Força… e recebi Dificuldades para me fazer forte.

Eu quis Sabedoria… e recebi Problemas para resolver.
Eu quis Prosperidade… e recebi Cérebro e Músculos para trabalhar.
Eu quis Coragem… e recebi Perigo para superar.
Eu quis Amor… e recebi pessoas com Problemas para ajudar.
Eu quis Favores… e recebi Oportunidades.
Eu não tive nada do que quis… Mas eu recebi tudo de que precisava.



Fonte: Associação do Sagrado Coração de Jesus

catecristonarede

Marcadores

catecristonarede

Valeu a informação do catecristonarede?

catecristonarede

SEGUIDORES

catecristonarede

catecristonarede

catecristonarede
~~catecismoLegal~~

catecristonarede

~~catecismoLegal~~ para todas as idades!
Aprenda com esmero e com facilidade àquilo que fará bem para sua espiritualidade!